Por que investir em e-mail Marketing Lightbox Available

Ainda vale a pena investir em e-mail marketing

Antes de lançar sua campanha de e-mail marketing, garanta que está bem feita e vai funcionar

A principal razão de investir em e-mail marketing é você ser o dono do inventário. Assim, não precisa pagar para falar com a lista de contatos.

Para construir um mailing robusto, você precisa atrair as pessoas mais ajustadas ao seu negócio e coletar as informações certas. No meio digital, você pode usar os conteúdos do seu blog para isso.

Dica: leia o que são leads e por que eles são importantes para o seu negócio, lá a gente ensina como fazer um formulário com as perguntas certas e no tamanho adequado. Transforme os visitantes do seu site em leads e crie a sua própria lista de e-mails.

Saber exatamente com quem você está falando, e a sua posição no funil de vendas, é fundamental na hora de decidir a abordagem ao cadastrado, dentro de uma ação de e-mail marketing.

Por que investir em e-mail marketing

Taxa de abertura de e-mail marketing: resultados

Tenha sua própria lista de contatos

Alguns defendem que, redes sociais surgem e desaparecem, mas o e-mail não deve sumir nunca mais; e os e-mails têm taxas de abertura e cliques superiores aos dos posts orgânicos de redes sociais 😉

Esqueça comprar aquele CD com dezenas de e-mails, vendidos em bancas suspeitas de centros comerciais populares de regiões centrais ou âncoras das cidades. A não ser que seu negócio seja de massa e você queira tentar a sorte, torrando alguns reais.

Para empresas com pouca verba de marketing, mas com equipe talentosa, a resposta pode estar no marketing de conteúdo: produção de blog posts pelos funcionários e um pouquinho de investimento para atrair a audiência e conferir a atratividade do negócio.

Pausa! Vamos falar do Facebook, rede social que também não dá sinais de que irá desaparecer. Dizer com quem você está falando é um dos diferenciais do serviço de anúncios da empresa. Estude Facebook Ads: público preferencial e ferramenta Atlas.

Facebook Atlas oferece a medição do resultado da sua campanha digital, baseado na atividade completa de uma pessoa, online e off-line, e em todos os dispositivos eletrônicos que ela usa: smartphone, tablet e PC.

Sem esta ferramenta, a empresa garante que o alcance da sua campanha digital pode ser sobre valorado em até 58% e os dados de frequência e exposição, importantes para entender o comportamento de compra, defasado em até 135%.

Sendo assim, ainda vale a pena investir em e-mail marketing?

Se você fez o formulário com os campos certos, sabe exatamente com quem está falando. E isso não representa nenhum custo adicional para sua campanha de e-mail marketing.

Já para falar com o público do Facebook, você tem que pagar. Então, a resposta para investir em e-mail marketing é sim, vale.

Está começando do zero? Veja o que levar em conta na hora de criar sua estratégia de marketing digital.

Tipos de e-mail marketing

  1. Promocional: foco em gerar conversões. Base ampla de disparo.
  2. Segmentado: use a última interação ou histórico de interações da pessoa com seu produto ou marca para decidir o que disparar.

Importante: o canal deve ter sido aberto pelo visitante ao realizar seu cadastro, com objetivo claro no preenchimento do formulário no seu site. Não adianta mandar promoção ou informação para qualquer pessoa.

Objetivos de uma campanha de e-mail marketing

  • Nutrir leads existentes
  • Coletar feedback
  • Educar clientes

Dicas para um e-mail marketing funcionar

Estratégia bem sucedida de e-mail marketing

  1. Não tente vender
  2. Capriche no título
  3. Calibre a frequência
  4. Evite imagens com texto
  5. Tenha call-to-action
  6. Use verbos que inspiram ação
  7. Permita o seu compartilhamento

Comece resolvendo um problema ou dividindo algum conhecimento, gere valor antes de vender.

Lembre-se que o assunto faz toda diferença na taxa de abertura. Dedique um bom tempo para escolher bem as palavras. Não use uma isca falsa para a pessoa abrir seu e-mail. Não é bom para o leitor, nem para sua marca.

Não fique muito tempo sem mandar e-mail, acostume a pessoa a aceitar sua frequência de contato. Não existe frequência ideal, mas, no mínimo uma vez por mês, intervalo ideal para conteúdos mais completos. Ou mais.

Para usar fotos, preencha o ALT, mas mantenha os textos no corpo do e-mail. Já que muitos serviços de e-mail bloqueiam as imagens por padrão.

Deixe claro o que você deseja da audiência. Mostre a ação que você quer que as pessoas tomem frente à mensagem. Verbos que inspiram ação costumam funcionar bem: baixe, comece, veja, leia etc.

Não se esqueça de permitir o compartilhamento da mensagem do e-mail marketing nas redes sociais, de dentro da própria mensagem. Dê uma forcinha para que ela chegue ao maior número de pessoas.

Dica extra: dispare seus e-mails a partir de um e-mail pessoal, não o geral da empresa. Pessoas preferem falar com pessoas no lugar de marcas.

Sites para fazer formulários de pesquisa online

Quer fazer uma pesquisa de opinião com sua base de usuários ou a partir de algum grupo de discussão nas redes sociais? Você pode criar seu formulário online gratuito. Daí é só pedir as pessoas para responderem:

Aproveite para gerar mais leads, caso faça a pesquisa dentro de uma rede social, ou para organizar os existentes, caso use a base própria de e-mails.

Como criar e nutrir um mailing próprio

Crie seu próprio mailing a partir das técnicas de Inbound marketing. Para disparar newsletter ou nutrir grátis seus leads, utilize o Mailchimp. Só verifique o limite de contas de e-mail para ter acesso à versão gratuita do programa.

Como medir o resultado da campanha de e-mail marketing

Medir resultados de campanha de e-mail marketing

  • Taxa de entrega: responde se você teve chance de sucesso
  • Taxa de abertura: atratividade do título/trigger
  • Taxa de cliques: atratividade da oferta
  • Taxa de cliques no CTA principal
  • Taxa de cancelamento de inscrição

Dica: antes de disparar sua campanha de e-mail marketing, faça teste A/B para escolher qual variação funciona melhor. Note que, para teste A/B, você só pode ter um item variável: ou só título ou só imagem ou só botão CTA etc.

MarceloEmpreenderjunho 29, 20170 commentscampanha, e-mail, marketing, mensuração, tipos.

Compartilhe este post:

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *