Agra Fort Lightbox Available

Guia de viagem Top 3 Patrimônios da Índia

Roteiros sugeridos por indianos para uma viagem inesquecível, em dicas de um brasileiro em intercâmbio na Índia

Fatehpur Sikri, palácio e forte

Fatehpur Sikri, palácio e forte

Os patrimônios culturais da humanidade na Índia são um convite à parte para visitar o País. Entre bens culturais e naturais, são 35 lugares que figuram na lista dos protegidos pela UNESCO.

A Índia tem a sexta maior concentração de patrimônios da humanidade do mundo, atrás da Itália (53), China (52), Espanha (46), França (43) e Alemanha (41). O Brasil tem 21.

Para conhecer as criações mais relevantes da humanidade, você precisa considerar visitar a Índia, um dos quatro berços da sociedade moderna. E a lista dos lugares protegidos no País ainda deve crescer nos próximos anos.

No País asiático, você poderá visitar patrimônios de diferentes religiões e dinastias, além de uma das novas sete maravilhas do mundo, o Taj Mahal. Vale a pena a visita ao complexo do Taj Mahal, mas, diante de tantos destinos de interesse, a tumba de Agra não está entre meus lugares favoritos.

Selfie com o Taj Mahal

Selfie com o Taj Mahal

A gente sabe que é quase impossível alguém visitar a Índia e não querer ver de perto o Taj Mahal. E como as outras listas Top 3 deste projeto de Guia de Viagem para a Índia já apresentaram outros patrimônios culturais da humanidade na Índia, e que a gente adora (ver no fim do post), Agra e a vizinha vila de Fatehpur Sikri estão por aqui.

Confira os destinos da Índia onde você poderá admirar as criações culturais mais relevantes daquela civilização.

O projeto Guia de viagem Top 3 da Índia está na sua reta final e apresenta os top 3 destinos onde você vai encontrar os mais impressionantes patrimônios culturais da humanidade na Índia.

Guia de viagem para a Índia: Top 3 Patrimônios

Patrimônios culturais da humanidade na Índia, destinos-destaque:

  1. Delhi
  2. Fatehpur Sikri/Agra
  3. Ajanta/Ellora

Délhi

Qutb Minar, Delhi

Qutb Minar, Delhi

Atual maior cidade da Índia, Delhi é um destino quase obrigatório. A capital da Índia concentra impressionantes patrimônios culturais da humanidade, templos e outros lugares históricos de tirar o fôlego, bons restaurantes, e tudo isso faz valer a visita.

Além do mais, Delhi é a cidade ponto de partida para Agra e Fatehpur Sikri, lugares de construções mitológicas e destinos de boa parte dos turistas que visitam o País. Agra está a apenas 3,5 horas de trem de Delhi.

Fora que, para quem não tem muito tempo pela Índia, Delhi é uma ótima representação do que é o país: monumentos históricos, trânsito caótico, barulho, sujeira, cores, fé, boa comida e mercados surpreendentes.

Totalmente Delhi, India

Totalmente Delhi

Delhi é densa, pesada e cansativa, mas guarda patrimônios da humanidade e é representativa do que é a Índia, por isso você não pode deixar de conhecer. Atenção à temperatura, lá pode fazer mais de 50ºC no verão.

#delhi

A post shared by Travel through world (@travelthroughworld) on

Agra e Fatehpur Sikri

Sala interna, Fatehpur Sikri

Sala interna, Fatehpur Sikri

Antiga capital do Império Mughal, esta região da Índia atrai grande contingente de turistas locais e internacionais.

Todo mundo quer conhecer o Taj Mahal. Mas, para muitos indianos, a construção de Delhi, Humayon’s Tomb, é mais interessante que a famosa tumba de mármore branco e pedras preciosas, muitas delas já roubadas da construção original.

Apesar de discordar da visão nacional e achar o Taj Mahal mais bonito, ele não é, para mim, a principal atração dessa região. A vila vizinha de Fatepur Sikri, com seu complexo de forte e palácio, a apenas 40 minutos de ônibus de Agra, são as construções mais impactantes para os visitantes.

Outra sala interna, Fatehpur Sikri

Outra sala interna, Fatehpur Sikri

Os destinos serão melhor-compreendidos pelo turista se apresentados por um guia local. Se você não gosta de ter alguém do seu lado falando sobre a história do lugar, vai sair de lá sem entender metade do que se passou por ali. Pelo menos quando falamos de Agra e Fatehpur Sikri.

#fatehpursikri

A post shared by Travel through world (@travelthroughworld) on

Ajanta e Ellora

As alucinantes cavernas repletas de pinturas e esculturas de Ajanta e Ellora são um convite para reservar ao menos dois dias na Índia para a região.

Ajanta caves

Ajanta caves

São cavernas a partir do século II AC, não é demais?

A cidade ponto de partida para as duas regiões históricas de cavernas é Aurangabad, que está seis horas distante de Mumbai, de trem. É nessa cidade que você vai dormir, já que não é possível hospedar-se dentro dos limites desses patrimônios culturais da humanidade.

Você vai precisar de um dia inteiro para visitar com calma cada um dos dois conjuntos. Pegue um ônibus bem cedo. No primeiro dia, vá para Ajanta, mais longe e impressionante que Ellora, Ajanta está a 2,5 horas de ônibus de Aurangabad. No segundo dia, vá para Ellora, cerca de 1h de Aurangabad.

Ajanta é mais importante, além de mais antiga, se destaca pelas pinturas de cavernas. Já Ellora é mais relevante por conta das suas esculturas. Para dar uma bisbilhotada na história da humanidade, os dois destinos são imperdíveis.

Top 3 coisas para fazer em Delhi

Lodhi garden, Delhi

Lodhi garden, Delhi

  1. Visitar os patrimônios culturais da humanidade da cidade: Red Fort, Qutb Minar e Humayun’s tomb. Para isso, use o metrô, todos têm estações relativamente próximas. Se não quiser andar, combine o metrô com tuk-tuks. Ofereça de 100 a 150 rúpias para o trajeto restante, no máximo! Do Red Fort aproveite para conhecer Old Delhi e seus mercados.
  2. Ver o estonteante parque Lodhi Garden e relaxar entre árvores e construções maravilhosas. Depois, passear pela área nobre de embaixadas, próxima ao parque. Na volta, parar na Connaugh Place para comer e comprar lembrancinhas. Não perca as lojas Fab Indian, para roupas, e Khadi India, para tudo.
  3. Conhecer os templos Akshardham e Iskcon. Eles são alucinantes. O primeiro é lindo e monumental, o maior templo hindu do mundo, mas não pode nem entrar com celular nem com qualquer outro tipo de objeto. Sem fotos para levar de lembrança. O segundo é um tradicional endereço de cultos em Delhi, menor, mas com altares de tirar o fôlego.

Dicas para aproveitar Delhi em pouco tempo:

  1. Para visitar o templo Akshardham, você vai de metrô. A estação é próxima à entrada do complexo. Não leve nada com você, só dinheiro no bolso, documento e água. A fila para entrar pode levar até 2 horas. Vá cedo. Não leve celular, bolsa, mochila, guarda-chuva, nem qualquer outro objeto. Além de ser proibido tirar fotos, dentro do complexo não é permitida a entrada com nenhum objeto. Para guardá-los, antes de entrar na fila para o complexo, uma fila adicional de 2 horas para o guarda-volumes.
  2. Você pode evitar o India Gate, mas não o Lodhi Garden, quando for a Delhi. Como um não está longe do outro, você pode tentar fazer os dois pontos turísticos no mesmo período do dia, caso faça questão. E conhecer a área das embaixadas no caminho do primeiro para o segundo, para ver algumas mansões de Delhi, e uma área limpa da cidade.
  3. Não perca o famoso templo de Hanuman, dá para ver de fora mesmo. A famosa escultura de um macaco de boca aberta já apareceu em muitos filmes que se passam em Delhi. Você não precisa nem parar, do metrô é possível ver o templo, que fica próximo da estação de metrô Karol Bagh. Lembre-se disso. Se quiser descer, Karol Bagh é um bairro central de classe média, de comércio vasto e caótico.

Top 3 coisas para fazer em Agra e Fatehpur Sikri

Fatehpur Sikri, pátio interno

Fatehpur Sikri, pátio interno

  1. Passar o dia na vila de Fatehpur Sikri. Visite a vila e gaste um bom tempo no complexo de forte e palácio de Fatehpur Sikri. Procure por Mohamed na rodoviária local, assim que chegar de Agra. Ele é um bom guia e ainda pode dar um rolé de moto com você pela vila, para você explorar melhor o local. A cidadezinha é mais interessante que a feia Agra.
  2. Ficar um dia inteiro no complexo do Taj Mahal. Para curtir mesmo. E a área em volta também. Tem outras construções e hábitos interessantes para ver. As luzes da manhã deixam o prédio rosado, e as da tarde, dourado. Admire os detalhes.
  3. Conhecer o Agra Fort. O lugar é incrível, e é um rival à altura do Taj Mahal para ser a principal atração de Agra. Não deixe de comer ou jantar no Sheroes restaurant, um restaurante com pratos deliciosos, preparados por mulheres que foram vítimas de violência por ataque com ácido na Índia. Além de social-responsável e descolado, o lugar não tem preço fixo e você paga o que quiser. Legal, né!?
Sheroes restaurant, Agra - em apoio às mulheres atacadas com ácido na Índia

Sheroes restaurant, Agra – em apoio às mulheres atacadas com ácido na Índia

Top 3 coisas para fazer em Ajanta e Ellora

Parque de Ajanta

Parque de Ajanta

  1. Admirar as pinturas e o parque de cavernas de Ajanta. O lugar é um dos mais impressionantes pontos turísticos da Índia, e uma das mais antigas criações da humanidade que eu visitei. São muitas cavernas e para ter tempo de explorar os detalhes das pinturas, reserve um bom tempo para isso. Vá cedo. Ônibus Aurangabad-Ajanta, 70 rúpias, 2,5 horas de viagem.
  2. Curtir o parque de cavernas e as esculturas de Ellora. Mais perto de Aurangabad, você pode ir de ônibus por 40 rúpias, em 1h. As cavernas pares são mais interessantes. Comece pela de número 34 e vá baixando, 32, 30, 28… A mais impressionante é a de número 16.
  3. Prestar atenção nos trajetos entre Aurangabad e os parques de cavernas de Ajanta e Ellora. A natureza do lugar é interessante, floresta densa, mas um quê de secura-desértica no ar. Na volta de Ellora, pegue um tuk-tuk compartilhado, por 100 rúpias a cabeça. Além de voltar mais rápido, você verá melhor algumas construções arqueológicas no caminho.

Dica extra: Aurangabad é uma cidade médio-grande e com uma forte classe média, aproveite para conhecer alguns restaurantes legais para jantar e abrir o Tinder para tentar a sorte na cidade. Lá eu tive uma interessante aventura Sikh.

Fique atento, nas outras listas Top 3 deste Guia de Viagem para a Índia, a gente indica outros lugares históricos e patrimônios culturais da humanidade para você conhecer. Apesar da má conservação de alguns deles, não dá para visitar a Índia e não conhecer seu lado histórico.

Com tantas maravilhas que essa sociedade deixou de herança, vale a pena fazer as malas e passar um período na Índia.

Lista completa dos patrimônios culturais da humanidade na Índia e no Sul da Ásia, aqui.

Outras listas Top 3 com destinos patrimônios culturais da humanidade na Índia: Top 3 Vilas, Top 3 Metrópoles, Top 3 Templos, Top 3 Destinos internacionais, Top 3 Ecoturismo e Top 3 Hábitos, além da última lista da série, que já vem por aí.

Está em intercâmbio num país legal e quer dividir com viajantes seus destinos internos favoritos? Escreva para a gente: nuncaantes@nuncaantes.com.br. Você não precisa seguir o formato de largada do projeto: listas Top 3, mas deverá ser comprometido e começar e fechar o roteiro proposto para o @Travelthroughworld, no Facebook ou Instagram.

*Os posts Top 3 foram construídos a partir de viagens aos destinos destacados no mapa: 60 days traveling in India

MarceloMoke upMaio 29, 20170 commentsguiadeviagem, Índia, patrimônios, top3, unesco.

Compartilhe este post:

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *